Tradutor - Translate


Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

Minha foto

                    Trabalho com vendas direta no mercado informal, sou artesã por gosto e vocação nas horas vagas, ou quase sempre. Pra falar a verdade eu acho que  nasci pra fazer arte .Adoro meus animais de estimação, a Vida, meu maridão, meus amigos .Embora pareça uma pessoas mal humorada e brava, não sou, só parece.É só saber levar que fica fácil. Enfim com o tempo vc decide quem sou eu !!! Adoro a Natureza e fico muito irritada quando vejo tanta destruição, maldade principalmente com os animais, isso realmente me irrita e preocupa. Mas vou vivendo com amor e carinho, num caso de amor e cumplicidade eterno com a vida.

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Ritual da Queima dos Pedidos



Esse ritual é praticado pelas Bruxas e Bruxos na noite de Samhain, o Ritual da Queima dos Pedidos. Nesse ritual você faz o banimento de tudo o que teve de negativo em sua vida e faz o pedido daquilo que você quer atrair de positivo para o ano mágico que se inicia. Esse ritual pode ser feito sozinho ou em grupo.

Você vai precisar de:

Caldeirão
Dois pedaços de papel em branco
Um lápis
Álcool
Folhas de louro

E um caldeirão. No caso de não seu um bruxo ou bruxa, e não ter um caldeirão em casa, você pode usar uma panela ou bacia limpa.

Prepare o recipiente e os demais materiais e vá para um local tranquilo da casa. Procure ficar em conexão com a espiritualidade e meditar sobre as coisas que você quer banir de sua vida e naquilo que você quer atrair para si daqui pra frente. Pense nos seus sonhos, nas suas realizações e naquilo que deseja alcançar.

Quando tiver pensado bem começe a fazer o ritual:

Em um dos papéis escreva tudo aquilo que você quer afastar de sua vida: obstáculos, doenças, pessoas indesejadas, dificuldades etc. E no outro escreva tudo aquilo que você quer atrair de bom e positivo para a sua vida: saúde, prosperidade, amor, sucesso etc.

Seja o mais específico possível em seus pedidos. Ao final assine seu nome e coloque a seguinte frase: "Que tudo isso seja correto e para o bem de todos".

Coloque um pouco de álcool no caldeirão (ou panela, bacia etc.), acenda-o e jogue no fogo o primeiro papel, aquele que contém as coisas que você quer afastar. Enquanto o papel queima, mentalize o mal sendo afastado e peça aos deuses que todas as forças negativas sejam anuladas e que o mal seja banido.

Espere o fogo acabar, então coloque um pouco mais de álcool no caldeirão, acenda novamente e jogue então o segundo papel, aquele que contém as coisas que você quer atrair para a sua vida. Coloque as folhas de louro nas chamas, sempre mentalizando as boas coisas que você quer atrair.

Quando o fogo acabar, concentre-se na fumaça, provocada pelas folhas, subindo os céus, e peça que seus pedidos se elevem ao mundo dos Deuses e sejam atendidos por eles.

No caso de o ritual ser realizado por mais pessoas, todos fazem a queima do primeiro papel e em seguida todos fazem a queima do segundo papel.


Você pode realizar esse ritual em outras épocas do ano para banir coisas negativas e atrair energias para realizar seus objetivos e sonhos.

Feliz Ano Novo mágico!

Elinaudo Barbosa

Papai Noel com molde





















Esclarecimentos: Beltane ou Samhain



Sempre houveram muitas dúvidas quanto as datas da roda do ano no hemisfério sul, em muitos livros que hoje seria a comemoração do Samhain, porém hoje, em uma atualização de uma rede social do Sr. Claudiney Prieto (autor do texto que postei antes sobre o Samhain) ele tira esta dúvida: Então Happy Beltane! Acendam suas fogueira e comemore!

“Chega essa época do ano e todo mundo fica confuso…
É Beltane ou Samhain?
A resposta é muito simples: é Beltane, mas nada te impede de comemorar o folclore do Halloween e o Dia das Bruxas!
Explico! Apesar de originalmente estar ligado ao calendário litúrgico da Wicca, o Halloween se tornou meramente uma celebração comercial e uma data folclórica. A celebração religiosa real, que tem verdadeiro s
ignificado espiritual para nós é o Samhain, que está longe do apelo comercial da época.
Assim, faça o seu ritual de Beltane e mais tarde vista sua fantasia e vá brincar o Halloween. Beltane é um grande carnaval e assim, se fantasiar, dança, brincar, se divertir está em completa sintonia com a ocasião, inclusive!
Isso evitará as confusões típicas dessa época, quando muitas pessoas que conseguem se adaptar bem às outras datas da Roda do Ano adaptadas para o hemisfério sul esquecem de Beltane para comemorar Samhain, confundindo o que é espiritual com o que é meramente folclórico.
É importante ter em mente que os Sabbats são celebrações de um tempo no ano e não de uma data. A maior parte dos livros encontrados sobre Bruxaria foram escritos por autores do hemisfério norte, o que torna correto então dizer que Beltane é a celebração da Véspera de maio. Pessoas que vivem no hemisfério norte vão automaticamente deduzir que “Beltane é o término da primavera, pouco antes do verão atingir sua ascensão”.
É claro que se Beltane for comemorado no hemisfério sul no dia 1º de maio, estaremos em pleno outono quase ingressando no inverno, o que sazonalmente seria incorreto celebrar Beltane em maio aqui. O mesmo exemplo se aplica ao Samhain, que é a preparação para a chegada do inverno. Agora, aqui no hemisfério sul, estamos nos preparando para a chegada do verão. Sendo assim, devemos estar atentos quanto as datas dos Sabbats para sintonizá-los com o seu simbolismo original.
Não podemos cair no mesmo erro de outras religiões, que não vêem nenhuma conexão particular entre os seres humanos e as mudanças da Terra, e por isso, por exemplo, não acham contraditório celebrar a Páscoa (celebração da primavera) no outono ou Natal (celebração do inverno) em pleno verão. A celebração da vida, da natureza e a conexão com as passagens das estações é muito importante para nós Bruxos, onde quer que nós vivamos. Esta é a essência da Wicca!
De qualquer forma, hoje é dia de celebrar!
Feliz Beltane, para os que são de Beltane.
Feliz Samhain, para os que são de Samhain.” 


Claudiney Prieto

Medidas para sapatinhos ( 3 meses a 36 meses)

Dia das bruxas

                                       O Dia das Bruxas (Halloween é o nome original na língua inglesa e pronuncia-seReino Unido /hæləʊˈiːn/ ; Estados Unidos/hæloʊˈiːn/1 ) é um evento tradicional e cultural, que ocorre principalmente em países de língua inglesa, mas com especial relevância nos Estados UnidosCanadáIrlanda e Reino Unido, tendo como origem as celebrações dos antigos povos Celtas.


O primeiro registro do termo "Halloween" é de cerca de 1745. Derivou dacontracção do termo escocês "Allhallow-eve" (véspera do Dia de Todos os Santos) que era a noite das bruxas. 5 No Cristianismo existe o costume de celebração das chamadas Vésperas.No último serviço religioso do dia,depois do anoitecer,se celebra o dia que está por vir.Na Antiga Religião celta existia o Samhain,a Festa dos Mortos(no Cristianismo é celebrado dia 2 de novembro).Com a Cristianização das Ilhas Britânicas,de maioria Celta,houve uma mistura dos costumes das 2 religiões.
Posto que, entre o pôr-do-sol do dia 31 de outubro e 1° de novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês), acredita-se que assim se deu origem ao nome atual da festa: Hallow Evening Hallowe'en Halloween. Rapidamente se conclui que o termo Dia das bruxas não é utilizado pelos povos de língua inglesa, sendo essa uma designação apenas dos povos de língua (oficial) portuguesa.
Outra hipótese é que a Igreja Católica ao eliminar o dia de Martinho Lutero, que foi o fundador da igreja protestante, disse que a salvação é pela graça e não pela obra (indulgencias). Este dia seria conhecido nos países de língua inglesa comoDay of Martin Luther.
Essa designação se perpetuou e a comemoração do Halloween, levada até aos Estados Unidos pelos emigrantes irlandeses no século XIX, ficou assim conhecida como "dia das bruxas", uma lenda histórica.

A origem do Halloween traz às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcas das diferenças em relação às atuais abóboras ou da muita famosa frase "doces ou travessuras", exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração. Originalmente, o Halloween não tinha relação combruxas. Era um festival do calendário celta da Irlanda, o festival de Samhain, celebrado entre 30 de outubro e 2 de novembro e marcava o fim do verão (samhain significa literalmente "fim do verão").
A celebração do Halloween tem duas origens que no transcurso da História foram se misturando:

Origem Pagão

A origem pagã do "dia das bruxas" tem a ver com a celebração celta chamada Samhain, que tinha como objetivo dar culto aos mortos e à deusa YuuByeol (símbolo antigo da perfeição celta). A invasão das Ilhas Britânicas pelos Romanos (46 A.C.) acabou mesclando a cultura latina com a celta, sendo que esta última acabou minguando com o tempo. Em fins do século II, com a evangelização desses territórios, a religião dos Celtas, chamada druidismo, já tinha desaparecido na maioria das comunidades. Pouco sabemos sobre a religião dos druidas, pois não se escreveu nada sobre ela: tudo era transmitido oralmente de geração para geração. Sabe-se que as festividades do Samhan eram celebradas muito possivelmente entre os dias 5 e 7 de novembro (a meio caminho entre o equinócio de outono e o solstício de inverno, no hemisfério norte). Eram precedidas por uma série de festejos que duravam uma semana, e davam ao ano novo celta. A "festa dos mortos" era uma das suas datas mais importantes, pois celebrava o que para os cristãos seriam "o céu e a terra" (conceitos que só chegaram com o cristianismo). Para os celtas, o lugar dos mortos era um lugar de felicidade perfeita, onde não haveria fome nem dor. As festas eram presididas pelos sacerdotes druidas, que atuavam como "médiuns" entre as pessoas e os seus antepassados. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.
Desde o século IV a Igreja da Síria consagrava um dia para festejar "Todos os Mártires". Três séculos mais tarde oPapa Bonifácio IV († 615) transformou um templo romano dedicado a todos os deuses (Panteão) num templo cristão e o dedicou a "Todos os Santos", a todos os que nos precederam na fé. A festa em honra de Todos os Santos, inicialmente era celebrada no dia 13 de maio, mas o Papa Gregório III († 741) mudou a data para 1 de novembro, que era o dia da dedicação da capela de Todos os Santos na Basílica de São Pedro, em Roma. Mais tarde, no ano de 840, o Papa Gregório IV ordenou que a festa de Todos os Santos fosse celebrada universalmente. Como festa grande, esta também ganhou a sua celebração vespertina ou vigília, que prepara a festa no dia anterior (31 de outubro). Na tradução para o inglês, essa vigília era chamada All Hallow’s Eve (Vigília de Todos os Santos), passando depois pelas formas All Hallowed Eve e "All Hallow Een" até chegar à palavra atual "Halloween".

Se analisarmos o modo como o Halloween é celebrado hoje, veremos que pouco tem a ver com as suas origens: só restou uma alusão aos mortos, mas com um carácter completamente distinto do que tinha ao princípio. Além disso foi sendo pouco a pouco incorporada toda uma série de elementos estranhos tanto à festa de Finados como à de Todos os Santos.
Entre os elementos acrescidos, temos por exemplo o costume dos "disfarces", muito possivelmente nascido na França entre os séculos XIV e XV. Nessa época a Europa foi flagelada pela Peste Negra e a peste bubônica dizimou perto da metade da população do Continente, criando entre os católicos um grande temor e preocupação com a morte. Multiplicaram se as Missas na festa dos Fiéis Defuntos e nasceram muitas representações artísticas que recordavam às pessoas a sua própria mortalidade, algumas dessas representações eram conhecidas como danças da morte ou danças macabras.
Alguns fiéis, dotados de um espírito mais burlesco, costumavam adornar na véspera da festa de finados as paredes dos cemitérios com imagens do diabo puxando uma fila de pessoas para a tumba: papas, reis, damas, cavaleiros, monges, camponeses, leprosos, etc. (afinal, a morte não respeita ninguém). Também eram feitas representações cênicas, com pessoas disfarçadas de personalidades famosas e personificando inclusive a morte, à qual todos deveriam chegar.
Na Idade Média, um costume do Dia de Finados era o souling (de "soul", alma), em que crianças iam pedindo pelas portas um bolo, o "bolo das almas", em troca do qual fazia uma oração pelos familiares falecidos de quem lhes dava o bolo6 . Essa tradição poderá ter evoluído para a tradição de pedir um doce, sob ameaça de fazer uma travessura (trick or treat, "doce ou travessura"), que teve possivelmente origem na Inglaterra, no período da perseguição protestante contra os católicos (1500-1700). Nesse período, os católicos ingleses foram privados dos seus direitos legais e não podiam exercer nenhum cargo público. Além disso, foram lhes infligidas multas, altos impostos e até mesmo a prisão. Celebrar a missa era passível da pena capital e centenas de sacerdotes foram martirizados. Produto dessa perseguição foi a tentativa de atentado contra o rei protestante Jorge I. O plano, conhecido como Gunpowder Plot ("Conspiração da pólvora"), era fazer explodir o Parlamento, matando o rei, e assim dar início a um levante dos católicos oprimidos. A trama foi descoberta em 5 de novembro de 1605, quando um católico converso chamado Guy Fawkes foi apanhado guardando pólvora na sua casa, tendo sido enforcado logo em seguida. Em pouco tempo a data converteu se numa grande festa na Inglaterra (que perdura até hoje): muitos protestantes a celebravam usando máscaras e visitando as casas dos católicos para exigir deles cerveja e pastéis, dizendo-lhes: trick or treat (doce ou travessuras). Mais tarde, a comemoração do dia de Guy Fawkes chegou à América trazida pelos primeiros colonos, que a transferiram para o dia 31 de outubro, unindo a com a festa do Halloween, que havia sido introduzida no país pelos imigrantes irlandeses. Vemos, portanto, que a atual festa do Halloween é produto da mescla de muitas tradições, trazidas pelos colonos no século XVIII para os Estados Unidos e ali integradas de modo peculiar na sua cultura. Muitas delas já foram esquecidas na Europa, onde hoje, por colonização cultural dos Estados Unidos, aparece o Halloween enquanto desaparecem as tradições locais.

Novos Elementos do Halloween
A celebração do 31 de Outubro, muito possivelmente em virtude da sua origem como festa dos druidas, vem sendo ultimamente promovida por diversos grupos neo pagãos, que realizam a celebração do final do verão e entrada no outono. Hollywood fornece vários filmes, entre os quais se destaca a série Halloween, na qual a violência plástica e os assassinatos acabam por criar no espectador um estado de angústia e ansiedade. Muitos desses filmes, apesar das restrições de exibição, acabam sendo vistos por crianças, gerando nelas o medo e uma ideia errônea da realidade. Porém, não existe ligação dessa festa com o mal. Na celebração atual do Halloween, podemos notar a presença de muitos elementos ligados ao folclore em torno da bruxaria. As fantasias, enfeites e outros itens comercializados por ocasião dessa festa estão repletos de bruxas, gatos pretos, vampiros, fantasmas e monstros, no entanto isso não reflete a realidade pagã.



segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Bruxas com molde










Bruxa Samira com molde







Que tal um pouquinho de feitiço...

6 Banhos para Lavar a Alma



Por motivos diversos, algumas vezes a fé falha, a disposição diminui e o humor entristece.

Mas a vida nos quer feliz.

Descubra como com os banhos a seguir.

Nos banhos a seguir, oferecemos águas generosas para você mergulhar, ganhar proteção e realizar seus desejos.

Você já teve a sensação de que está carregando o mundo nos ombros?
Alguma vez se interrogou por que, por mais que deseje algo, o seu sonho não se realiza?
Ou sentiu que uma situação parece amarrada de uma tal forma que é impossível desatar o nó?

Se sim, pode ser que esteja precisando de uma ajudinha, ou melhor, de um bom banho.

Há um saber antigo, transmitido a nós pelos índios e africanos, de que as plantas possuem princípios ativos terapêuticos.

“É o caso do manjericão, da arruda, do alecrim e de muitas outras, que, em contato com a pele, liberam vibrações energizantes, calmantes e afrodisíacas”, explica a fitoterapeuta e naturopata Deuse Mantovani. Quando agregadas ao sal grosso, capaz de atrair para si a baixa energia, e a outros elementos que têm simbolismos, como o cravo e a canela, com fama de sedutores pelo aroma forte e doce, forma-se um caldo capaz de depurar toxinas e nos deixar mais leves.
Como se o nosso campo energético ficasse em plena forma.


“Quando isso acontece, a frequência do nosso campo mental entra mais facilmente em contato com a vibração daquilo que queremos atrair”, explica a terapeuta holística Monica Dubeux, que, junto com Deuse, cedeu suas receitas favoritas de banhos para atender alguns dos nossos maiores anseios. “As misturas devem ser usadas após o banho normal de higienização e derramadas somente do pescoço para baixo. No topo da cabeça está o chacra coronário, que deve ser sempre protegido já que por ele recebemos as bênçãos divinas”, explica Deuse. Após o banho terapêutico, Mônica recomenda apenas se enxugar. “Para que a ação desses elementos perdure e chegue ao nível mais sutil de limpeza.”

1. Banho para trazer Saúde


Ingredientes:

- 1 punhado de lavanda
- 1 punhado de camomila
- 1 punhado de manjericão roxo
- 10 pétalas de rosa branca
- 1 punhado de alecrim

Como fazer:

Ferva os ingredientes em 1 litro de água mineral. Espere até que a mistura volte à temperatura ambiente e coe. Após o banho, derrame- a do pescoço para baixo enquanto mentaliza seu desejo de ter mais disposição.


2. Banho para ter Prosperidade


Ingredientes:

- 10 pétalas de rosa amarela
- 7 folhas de louro
- 1 pitada de canela em pó
- 1 colher de chá de mel puro

Como fazer:

Ferva os ingredientes em 1 litro de água mineral. Espere até que o líquido volte à temperatura ambiente e coe. Após o banho, derrame essa mistura do pescoço para baixo. Concentre-se na bem-aventurança.

3. Banho de Descarrego I


Ingredientes:

- 3 punhados de sal grosso
- 1 maço de manjericão

Como fazer:

Ferva 1 litro de água. Numa vasilha, macere, com as mãos, o manjericão. Jogue a água no recipiente com a erva. Espere esfriar. Use outra panela para misturar 3 punhados de sal grosso em 1 litro de água. Após o banho, despeje, do pescoço para baixo, a mistura com sal. Em seguida, a do manjericão. O sal retira todas as energias (positivas e negativas), por isso o segundo banho é necessário. Mentalize que tudo de ruim vai embora.

4. Banho de Descarrego II


Ingredientes:

- 3 punhados de sal grosso
- 3 folhas de guiné
- 1 maço de catinga-de-mulata
- 1 maço de hortelã

Como fazer:

Ferva os ingredientes em 1 litro de água. Espere até que a mistura volte a temperatura ambiente e coe. Derrame a mistura do pescoço para baixo após o banho. Mentalize que toda energia negativa está deixando o seu corpo.

5. Banho de Proteção


Ingredientes:

- 1 pequeno ramo de arruda
- 1 maço de guiné
- 1 espada-de-são-jorge cortada em sete pedaços

Como fazer:

Numa vasilha, pique com as mãos todas as plantas. Depois, despeje sobre elas 1 litro de água fervida. Abafe o conteúdo com uma tampa e espere esfriar. Após o banho, despeje essa mistura sobre o corpo do pescoço para baixo. Peça ao arcanjo São Miguel, ou ao seu mestre protetor favorito, todo amparo de que precisa.

6. Banho para atrair Amor


Ingredientes:

- 1 fava de baunilha
- 3 gotas de essência de rosa
- 7 cravos
- 3 paus de canela
- 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
- 1 maçã cortada em quatro

Como fazer:

Ferva os ingredientes em 1 litro de água mineral. Espere até que a mistura volte a temperatura ambiente e coe. Derrame-a do pescoço para baixo após o banho. Dirija o seu pensamento para o amor que deseja, pedindo que ele lhe traga tudo o que você almeja, como paz, alegria, respeito e muito amor.

domingo, 26 de outubro de 2014

Boneca lindinha com molde







Pinguim e almofada de Papai Noela

Peru com molde










Dica de livros

                              




                                 Ola pessoas lindas, olha eu aqui de novo para comentar sobre dois livros que estou lendo no momento. Um deles é "A culpa é das estrelas" Um drama pessoal, sobre uma paciente de câncer.
..."Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante- o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos-, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia apareceu no grupo de apoio a criança com câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de sua vidas."...




                                                           E o segundo é Diablo- A Ordem


Este estou no inicio e ainda não tenho muita informação pessoal, mas aqui vai uma dica dele segundo o próprio livro:
..." Deckard Cain é o último sobrevivente da misteriosa e lendária ordem. Invocado pelo arcanjo Tyrael, a ele é confiada a sagrada missão de caçar e aniquilar os três Males supremos - Diablo, O Senhor do Medo; Mefisto, o Senhor do ódio; e Baal o Senhor da destruição.Mas isso aconteceu a muitos anos antes. Com o passar das décadas, o poder dos Horadrins diminuiu e els caíram na obscuridade. Toda sua história, artefatos, táticas e sabedoria estão nas mãos de um único homem."...